Agora é oficial. O Corinthians é HEXACAMPEÃO Brasileiro. O empate em São Januário contra o Vasco da Gama e a derrota do vice colocado na competição abriu uma diferença de 12 pontos entre as duas equipes. Como só restam 9 pontos em disputa o alvinegro da capital paulista é declarado matematicamente campeão brasileiro de 2015 com 3 rodadas de antecedência.

A partida no Rio de Janeiro foi cercada de grandes expectativas. O adversário lutando contra o rebaixamento fez lotar seu estádio em busca do triunfo. Ao Corinthians a missão de vencer ou fazer o resultado que na combinação lhe daria o título. E assim foi a tônica da partida. O Vasco da Gama em busca do gol para levar a equipe acima na tabela e o Corinthians consciente, no seu tradicional toque de bola esperando o momento correto para partir nos contra-ataques e buscar a vitória.

E foi no segundo tempo que o Vasco abriu o placar em jogada pela direita. Sem se abater o Corinthians deu saída na bola e partiu para cima do adversário. A pressão surtiu efeito e aos 36 minutos empatou o jogo em jogada que saiu da direita, cruzou a área e voltou para o atacante Vagner Love mandar para o fundo das redes.

A torcida do Corinthians compareceu em grande número em São Januário e como o time também vibrou com o título nacional de 2015.

A torcida do Corinthians compareceu em grande número em São Januário e como o time também vibrou com o título nacional de 2015.

Com o empate e a derrota do segundo colocado, restou aos jogadores do Corinthians aguardar o final da partida para soltar o grito de É CAMPEÃO … É CAMPEÃO … É CAMPEÃO.

Confira a ficha técnica da partida

VASCO 1 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de novembro de 2015, quinta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Cartões amarelos: Rodrigo, Diguinho (Vasco); Jadson, Edilson (Corinthians)
Cartão vermelho: Rodrigo (Vasco)
Gols: Júlio César (Vasco, 26 do 2o tempo), Vagner Love (Corinthians, 36 do 2o tempo)

VASCO:
Martin Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho (Rafael Vaz), Serginho, Andrezinho e Nenê; Rafael Silva (Jorge Henrique) e Riascos (Éder Luís)
Técnico: Jorginho

CORINTHIANS:
Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf (Bruno Henrique), Elias (Lucca), Jadson, Renato Augusto (Rodriguinho) e Malcom; Vagner Love
Técnico: Tite