A abertura do campeonato brasileiro foi marcada por uma bela vitória do Corinthians sobre o atual campeão Cruzeiro. Jogando na Arena Pantanal e Cuiabá em virtude do Cruzeiro não poder mandar o jogo em casa (punição do campeonato brasileiro do ano anterior) o timão fez valer a vontade em campo e venceu por 1 a 0 no segundo tempo.

O jogo foi marcado pela forte marcação das duas equipes dentro de campo. O Cruzeiro começou melhor o primeiro tempo mas logo aos 10 minutos de partida o Corinthians já tinha o jogo nas mãos equilibrando as investidas do adversário. Apesar das duas equipes buscarem o gol que daria a vitória na partida foi o Timão quem mais criou possibilidades na etapa inicial. Apesar disto o placar do final do primeiro tempo foi mesmo 0 x 0.

Na etapa final o Corinthians voltou a ser pressionado pelo Cruzeiro. A equipe de Minas Gerais voltou modificada e com mais presença no ataque. Porém  esbarrava na forte marcação da zaga Corinthiana que não deixou as investidas serem convertidas em perigo a meta do goleiro Cássio. E foi em uma bela jogada pela direita que surgiu o gol do alvinegro. Forte chute em direção ao gol desviado por Romero que venceu a meta do goleiro Fábio abrindo o placar e dando números finais a partida.

O próximo compromisso do Timão será contra o Guarani-PAR na quarta-feira. O alvinegro precisa vencer por 3 gols de diferença para seguir adiante. Uma vitória por 2 a 0 levará a decisão para os penaltis.

Confira a ficha técnica da partida.

CRUZEIRO 0 x 1 CORINTHIANS
Motivo: 1º rodada, Campeonato Brasileiro 2015
Data/Hora: 10/05/2015, às 16h
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barinson (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)
GOL: Ángel Romero, 36’2ºT (0-1)
Cartões amarelos: Gabriel Xavier, Charles, Willians (CRU), Edílson (COR)
Cartão vermelho: Não houve.
Público/Renda: 11.773 pagantes R$860.100,00.

Cruzeiro:
Fábio; Fabiano (Mayke – 6’2ºT), Manoel, Bruno Rodrigo e Pará; Willians e Charles (Willian Farias – Intervalo); Gabriel Xavier (Judivan – 2512ºT), Marquinhos, Willian e Henrique Dourado.
Técnico: Marcelo Oliveira

Corinthians:
Cássio, Edílson, Yago, Edu Dracena e Uendel; Cristian, Bruno Henrique, Danilo (Emerson Sheik – Intervalo) e Petros; Malcom (Mendoza – 47’2ºT) e Vagner Love (Ángel Romero – 18’2ºT).
Técnico:
 Tite