O clássico válido pelo returno do brasileirão 2017 foi cheio de emoções. O Alviverde jogando em casa e com sua torcida marcando presença recebeu o São Paulo e apesar da pressão inicial acabou levando o primeiro gol na partida. Sem se abater com o gol sofrido o Palmeiras partiu para cima e virou o placar para 2 a 1. No retorno do segundo tempo o São Paulo empatou a partida mas como na etapa inicial o alviverde seguiu pressionando e marcou mais dois gols dando números finais a partida por 4 a 2.

O jogador Edu Dracena, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Gilberto, do São Paulo FC, durante partida válida pela vigésima segunda rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.

O jogador Edu Dracena, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Gilberto, do São Paulo FC, durante partida válida pela vigésima segunda rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.

Números do jogo

Posse de bola: Palmeiras 63% x 37% São Paulo
Finalizações: 23 x 9
Chances reais de gols: 7 x 5
Passes certos: 297 x 208
Passes errados: 22 x 21
Bolas levantadas: 22 x 9
Faltas: 11 x 7

A vitória volta a dar ânimo a equipe que segue na 4a colocação do campeonato. O próximo jogo será dia 9 de setembro contra o Atlético-MG em Belo Horizonte.

Confira a ficha técnica da partida.

PALMEIRAS 4 X 2 SÃO PAULO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 27/08/2017 (domingo) – 16 hrs
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC-Fifa)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse (ambos de SP-Fifa)
Público: 33.537 torcedores
Renda: R$ 2.195.368,53
Cartões amarelos: Edimar, Arboleda (São Paulo)
Gols: Marcos Guilherme, aos 12min, Willian, aos 35 e 38min, Hernanes, aos 51min do primeiro tempo; Keno, aos 33min, e Hyoran, aos 45min do segundo tempo

PALMEIRAS
Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Luan e Michel Bastos; Tchê Tchê, Bruno Henrique (Keno), Moisés e Guerra (Hyoran); Willian e Deyverson (Thiago Santos)
Técnico: Cuca

SÃO PAULO
Sidão; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Marcos Guilherme (Denilson), Jucilei, Hernanes e Cueva (Lucas Fernandes); Lucas Pratto (Gilberto)
Técnico: Dorival Júnior