O Palmeiras enfrentou a altitude boliviana e não conseguiu suportar a pressão do adversário Jorge Wilstermann que conseguiu uma vitória por 3 a 2 jogando nos seus domínios. O alviverde procurou a igualdade do placar porém sem sucesso. Com a derrota, o Palmeiras deixou desperdiçar a chance de garantir a classificação antecipada para a próxima fase da competição, mas ainda segue forte rumo a esta conquista.

O próximo compromisso pela competição o Palmeiras precisa na pior das hipóteses empatar com o Atlético Tucumán da Argentina. Líder do grupo com 10 pontos, a vitória garante o verdão como primeiro colocado do grupo 5. A partida será realizada no Allianz Parque no dia 14 de maio.

O zagueiro Edu Dracena que ficou de fora da partida para recuperar de uma contusão no joelho direito deve retornar a equipe no próximo compromisso.

Confira a ficha técnica da partida.

JORGE WILSTERMANN (BOL) 3 X 2 PALMEIRAS (BRA)

Local: Estádio Felix Caprielles, em Cochabamba (Bolívia)
Data: 3 de maio de 2017 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia)
Assistentes: Wilmar Navarro e John Alexander León (ambos da Colômbia)
Cartões Amarelos: Aponte, Morales e Ortiz (Jorge Wilstermann)
GOLS: JORGE WILSTERMANN: Morales, aos 36min, e Machado aos 40min do 1º tempo; Cardozo (de pênalti), aos 23min do 2º tempo PALMEIRAS: Alejandro Guerra, aos 45min do 1º tempo; e Cabezas (contra), aos 28min do 2º tempo

JORGE WILSTERMANN
Raúl Olivares; Omar Morales, Edward Zenteno, Alex Silva e Juan Aponte; Christian Machado, Cristian Chávez (Ortiz) e Fernando Saucedo (Diaz); Marcelo Bergese (Cabezas), Gabriel Rios e Rudy Cardozo.
Técnico: Roberto Mosquera.

PALMEIRAS
Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos (Keno); Róger Guedes, Alejandro Guerra, Tchê Tchê e Dudu (Raphael Veiga); Willian (Miguel Borja).
Técnico: Eduardo Baptista.