O Palmeiras sofreu, bateu de frente com a marcação do Jorge Wilstermann, mas na base da insistência conseguiu vencer por 1 a 0, nesta quarta-feira (15), no Allianz Parque. Com gol nos acréscimos do segundo tempo, a equipe brasileira conseguiu chegar aos quatro pontos na competição e assumiu a primeira colocação do Grupo 5.

O jogador Edu Dracena, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do C Jorge Wilstermann, durante partida válida pela primeira fase, da Copa Libertadores, na Arena Allianz Parque.

O jogador Edu Dracena, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do C Jorge Wilstermann, durante partida válida pela primeira fase, da Copa Libertadores, na Arena Allianz Parque.

A partida teve um Palmeiras muito aguerrido, buscando ao longo dos dois tempos furar a forte marcação do adversário em busca do gol. As chances foram aparecendo porém não eram concluídas a gol com sucesso. A partida foi para a etapa final e empurrado pela sua torcida que compareceu em massa, o Palmeiras foi com tudo em busca dos 3 pontos. A pressão surtiu efeito aos 50 minutos já nos acréscimos.

Confira a ficha técnica da partida.

PALMEIRAS 1 X 0 JORGE WILSTERMANN

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo-SP
Data: quarta-feira, 15 de março de 2017
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Gamboa (Chile)
Assistentes: Claudio Rios e Edson Cisternas (ambos do Chile)
Público: 38.419
Renda: R$ 2.565.095,57
Cartões amarelos: Yerry Mina (PAL); Marcelo Bergese, Thomaz, Alex Silva, Aponte e Cabezas (JOR)
Gol: PALMEIRAS: Yerry Mina, aos 50 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS:
Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Michel Bastos (Keno), Tchê Tchê (Willian), Guerra (Róger Guedes) e Dudu; Miguel Borja
Técnico: Eduardo Baptista

JORGE WILSTERMANN:
Olivares; Aponte, Zenteno (Enrique Diaz), Jorge Ortiz, Alex Silva e Omar Morales; Cristhian Machado, Saucedo e Thomaz; ; Bergese (Rudy Cardozo) e Cabezas (Olego)
Técnico: Roberto Mosquera